domingo, 30 de agosto de 2015

O último império

Lei que reforma o direito dominical irá danificar o tecido da sociedade

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Terremoto abala o sul do Peru

Tremor teve magnitude 5, diz USGS. Não há informações sobre danos ou vítimas.

Um terremoto de magnitude 5 abalou o sul do Peru às 23h11 (horário local, 1h11 de sexta, 28, em Brasília) desta quinta-feira (27), segundo o Centro de Vigilância Geológica dos Estados Unidos (USGS).

O tremor teve seu hipocentro a 16,3 km de profundidade e a 28 km de distância da cidade de Lluta e a 69 km de Arequipa.

Não há ainda informações se o sismo provocou perdas humanas ou danos materiais.

Fonte - Globo

Cidade de Roma atribui o nome de Martinho Lutero a uma praça

CIDADE DE ROMA ATRIBUI O NOME DE MARTINHO LUTERO A UMA PRAÇAUma notícia que surpreende até aos ossos dá conta de que...

Posted by O Tempo Final on Sexta, 28 de agosto de 2015

Prepare-se para a marca da Besta

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Rússia prepara avião para o 'juízo final'

Postos de controle aéreo podem ser usados no caso de uma guerra nuclear destruir toda infraestrutura

A Rússia está se armando até os dentes. A preocupação dos russos é tanta que o país decidiu desenvolver uma nova aeronave de controle aéreo avançado, que seria utilizada no caso de toda infraestrutura em solo ser destruída por uma guerra nuclear.

A nova aeronave russa de controle avançado será desenvolvida pela empresa estatal Poliot e será a terceira geração desse tipo de aparelho desenvolvido no país. O fornecedor, porém, ainda não revelou detalhes sobre o projeto, que será iniciado em 2016. A única pista revelada foi que o avião vai melhorar sua capacidade de sobrevivência, o que deve incluir maior tempo de voo e novos equipamentos de comunicação.

Os novos aparelhos devem substituir os quatro Ilyushin Il-80 da Força Aérea da Rússia que atualmente são empregados nessa função, embora nunca tenha acontecido o conflito para o qual foram concebidos.

Nos Estados Unidos, essas aeronaves são chamados de “aviões do juízo final”. Sem uma base em solo segura após um conflito de grandes proporções, o avião poderia ser convertido em base política ou militar, enviando comandos para tropas na superfície.

O avião do juízo final dos EUA é o Boeing E-4B Nightwatch, uma versão militar do 747 com uma série de sensores e equipamentos de comunicação via satélite. O modelo americano pode permanecer no ar por uma semana ao ser reabastecido em voo.

Além disso, a aeronave de controle aéreo norte-americana tem proteções especiais para lidar com os efeitos de uma explosão nuclear.

Assim como a Rússia, os EUA também anunciaram que vão modernizar a sua frota de aeronaves para o suposto fim do mundo.

Fonte - UOL

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Vaticano: Papa denuncia «crise ecológica» mundial

Francisco convida cristãos a celebrar Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, a 1 de setembro

Cidade do Vaticano, 26 ago 2015 (Ecclesia) – O Papa recordou hoje a celebração do Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, que o próprio instituiu, e apelou à união dos cristãos para enfrentar a “crise ecológica” mundial.

“Na próxima terça-feira, 1 de setembro, vai celebrar-se a Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação. Em comunhão de oração com os nossos irmãos ortodoxos e com todas as pessoas de boa vontade, queremos oferecer o nosso contributo para a superação da crise ecológica que a humanidade está a viver”, declarou, na audiência pública semanal que decorreu na Praça de São Pedro.

Francisco anunciou que a data vai ser celebrada na Basílica do Vaticano pelas 17h00 (menos uma hora em Lisboa), convidando os fiéis da Diocese de Roma a unir-se aos responsáveis e profissionais da Cúria Romana nesta Liturgia da Palavra.

“Em todo o mundo, as várias realidades eclesiais locais programaram iniciativas oportunas de oração e de reflexão para tornar esta jornada um momento forte, também em vista da assunção de estilos de vida coerentes”, acrescentou.

O Papa instituiu na Igreja Católica este "Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação", que se vai realizar anualmente a partir do próximo dia 1 de setembro, na mesma data que já era comemorada pela Igreja Ortodoxa.

A criação desta celebração foi comunicada numa carta ao presidente do Conselho Pontifício da Justiça e da Paz e ao presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos, respetivamente o cardeal Peter Turkson e o cardeal Kurt Koch.

“Devemos, antes de tudo, procurar no nosso rico património espiritual as motivações que alimentam a paixão pelo cuidado da criação, recordando sempre os que creem em Jesus Cristo, Verbo de Deus que se fez homem por nós”, escreveu Francisco.

Para o Papa argentino, um Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação vai oferecer aos fiéis e às comunidades a oportunidade de “renovarem a adesão pessoal à vocação de protetores da criação”.

Esta celebração decorre da publicação, a 18 de junho, da encíclica ‘Laudato si’, na qual Francisco propõe uma mudança de fundo na relação da humanidade com o meio ambiente, alertando para as consequências já visíveis do aquecimento global e das alterações climáticas.

As mudanças climáticas são um problema global com graves implicações ambientais, sociais, económicas, distributivas e políticas, constituindo atualmente um dos principais desafios para a humanidade”, escreve o Papa, no primeiro documento do género inteiramente dedicado a questões ecológicas.

Fonte - Ecclesia

Bandeira da Santa Sé poderá ser hasteada na ONU pela 1ª vez

Nova Iorque (RV) – A representação da Palestina junto às Nações Unidas apresentou uma proposta de resolução para que os Estados observadores não-membros da ONU – atualmente a Santa Sé e a Palestina – possam hastear suas bandeiras juntamente às demais 193 dos países-membros da ONU.

A Assembleia Geral da ONU poderá publicar nesta quarta-feira um rascunho da futura resolução, informa a agência Associated Press.

Muitos Estados já demonstraram suporte à questão do reconhecimento do Estado da Palestina, inclusive a Santa Sé. Em maio passado, o Vaticano reconheceu oficialmente o Estado da Palestina no primeiro tratado bilateral selado entre as partes.

Papa no Palácio de Vidro

O Papa Francisco visitará a Assembleia Geral da ONU no dia 25 de setembro, onde abrirá o encontro de líderes mundiais que lançará um pacote de metas de desenvolvimento para acabar com a fome e com a pobreza nos próximos 15 anos.

Mais de 100 chefes de estado e governo são aguardados para o encontro, que precederá o início da 70ª Assembleia Geral da ONU. Para a manhã do dia 25, estão previstos ainda discursos dos presidentes dos Estados Unidos, Rússia, China e Irã.

Estado observador

De acordo com o site da Missão Permanente da Santa Sé junto à ONU, a "Santa Sé tem, por escolha própria, o status de Observador Permanente junto à ONU ao invés de Estado-membro. Isso se deve, antes de tudo, ao desejo da Santa Sé em manter neutralidade absoluta diante de problemáticas políticas específicas". A Santa Sé é Observador Permanente junto às Nações Unidas desde 6 de abril de 1964.

Fonte - Radio Vaticano

Papa pede vida coerente com a defesa do meio ambiente

O papa Francisco pediu aos cristãos nesta quarta-feira, 26 de agosto, que assumam um estilo de vida coerente com a salvaguarda "da criação", numa nova intervenção em defesa do meio ambiente e contra o consumismo.

Na centésima audiência geral de seu pontificado, perante multidão reunida na Praça de São Pedro, o pontífice reafirmou o apelo por uma mudança no modo de vida, feito em junho na encíclica Laudado si, seis meses antes da conferência de Paris (COP21) sobre as alterações climáticas.

Pela primeira vez, católicos e ortodoxos vão promover, no sábado (29), um Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, a fim de contribuir, segundo o papa, "para a solução da crise ecológica que a humanidade está vivendo".

O papa não gosta de ver o documento reduzido a uma "encíclica verde", pois considera o texto mais como uma encíclica sobre justiça social

Iniciativas locais de oração e reflexão estão previstas e deverão fazer da jornada um "momento forte para que também possam ser escolhidos estilos de vida coerentes", afirmou Francisco.

O Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, instituído pelo papa, vai ocorrer anualmente em 1º de setembro, data que já tinha sido fixada pela Igreja Ortodoxa.

Na encíclica Laudato si (Louvado seja, em latim), o papa defende um modo de vida mais sóbrio e mais tranquilo, lembrando que os problemas ambientais estão intimamente ligados aos sistemas sociais, econômicos e ao domínio das finanças e da tecnologia.

Em entrevista ao diário chileno El Mercurio, citado pelo jornal L'Osservatore Romano, o presidende da Academia Pontifícia das Ciências, o argentino Marcelo Sánchez Sorondo, disse que o papa não gosta de ver o documento reduzido a uma "encíclica verde", pois considera o texto mais como uma encíclica sobre justiça social, na medida em que a "questão do clima tem repercussão sobre os povos mais pobres".

De acordo com o Vaticano, Francisco recebeu 3 milhões de peregrinos em Roma, em dois anos e meio de audiências gerais, Angelus e audiências especiais.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Casos de peste humana aumentam extraordinariamente nos EUA

Os Estados Unidos padeceram de um número incrivelmente alto de casos humanos de peste desde abril: onze, dos quais três foram mortais, anunciaram autoridades de saúde nesta terça-feira.

"Não está clara a razão pela qual em 2015 o número de casos é superior ao normal", indicaram os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), ao destacarem que onze casos em quatro meses é algo muito pouco habitual.

"Entre 2001 e 2012, o número de casos humanos de peste nos Estados Unidos se manteve entre 1 e 17", segundo o texto dos CDC, A média anual na última década tem sido de três.

A peste, uma doença incomum e perigosa causada pela bactéria Yersinia pestis, é transmitida por roedores e suas pulgas e é hoje em dia facilmente tratável com antibióticos. Contudo, fez estragos até os tempos modernos ao ponto de causar verdadeiro terror nas populações.

Também pode ser transmitida pelo contato próximo com uma pessoa ou um animal infectado, entre eles cachorros e gatos, alertaram os CDC.

Neste ano, os casos foram registrados no oeste dos Estados Unidos: quatro no Colorado, dois no Arizona, dois no Novo México, dois na Califórnia e um em Oregon.

Três pacientes de 16, 52 e 79 anos faleceram.

A taxa de mortalidade da peste alcançava 93% até que a descoberta dos antibióticos permitiram reduzí-la em torno de 16%.

Fonte - Yahoo

Igreja Valdense ao Papa: "Queremos escrever juntos uma nova história"

Turim (RV) – “Queremos escrever juntos uma nova história, diferente daquela conflituosa do passado, colocada no perdão de Deus”. Assim o Coordenador da Comissão para o Ecumenismo das Igrejas Metodista e Valdese, Prof. Fulvio Ferrario, sintetiza o teor da carta-resposta ao pedido de perdão do Papa Francisco, feito quando da visita ao templo valdense de Turim em 22 de junho passado. A apresentação do texto foi feita na manhã desta terça-feira, durante uma coletiva de imprensa realizada em Torre Pellice.

A mensagem é fruto das discussões realizadas sobre o tema no âmbito do Sínodo da Igreja Valdense-Metodista que se realiza em Torre Pellice, na Província de Turim, desde o último domingo (23) até o próximo dia 28 agosto. O Papa havia enviado um telegrama aos participantes do Sínodo, pedindo “que o Senhor conceda a todos os cristãos de caminhar com sinceridade de coração rumo à plena comunhão”.

Escrever juntos uma nova história

Em 22 de junho passado, na sua visita à igreja valdense de Turim, o Pontífice havia pedido “por parte da Igreja Católica, perdão pelas atitudes e comportamentos não cristãos, até mesmo não humanos, na história, que tivemos contra vocês”, diz a carta. “Palavras que acolhemos com respeito e comoção, convencidos que todo o diálogo entre cristãos é sempre um evento que ocorre diante de Deus”, precisou Ferrario. O perdão é “vontade de caminhar juntos, de virar página”, e isto é justamente aquilo que a carta do Sínodo expressa: “As nossas Igrejas estão dispostas a escrever juntas esta história, nova também para nós”.

Continuação de um percurso já iniciado

“A visita do Papa à igreja valdense de Turim foi um fato novo, histórico, que toda via se insere em um percurso ecumênico já iniciado, que já tem uma história e tem produzido alguns frutos significativos”, afirmou por sua vez a Pastora Maria Bonafede, responsável pelas Relações Ecumênicas da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália (FCEI), que alargou o discurso para um quadro mais amplo das relações ecumênicas entre as Igrejas Evangélicas e Católica.

Situações de emergência aproximam cristãos

“Gostaria de recordar o apelo ecumênico sobre a violência contra as mulheres firmado conjuntamente, em março passado, por representantes da FCEI, da Conferência Episcopal Italiana e por numerosas Igrejas Ortodoxas presentes no nosso país. Um documento importante, que marca uma qualidade nova nas relações entre as Igrejas, chamando-as à responsabilidade educativa em relação àquela que pode ser definida como uma emergência nacional”, disse ainda a Pastora. Também no âmbito da acolhida aos refugiados – prosseguiu – marca uma colaboração já iniciada, além de uma identidade de visão que reúne todos os cristãos. “O projeto comum da FCEI e da Comunidade de Santo Egídio para a implementação de corredores humanitários entre o Marrocos e a Itália, é outro exemplo significativo de um caminho ecumênico que se concretiza na ação prática, concluiu Bonafede.

Fonte - Radio Vaticano

Fé no clima: o ECOmenismo ganha força

Todos pela Terra

À primeira vista, a diversidade de participantes faz até a gente pensar naquelas piadas clássicas (“um padre, um rabino e um pastor evangélico entram num boteco e...”), mas a conversa é séria. Nesta terça, dia 25 de agosto, um grupo variado e bastante representativo de lideranças religiosas do Brasil e do exterior vai se reunir no Rio de Janeiro para manifestar o apoio de suas denominações à luta contra as mudanças climáticas causadas pela ação humana. Estou falando do Encontro Internacional Fé no Clima, organizado pelo Iser (Instituto de Estudos da Religião), em parceria com o GIP (Gestão de Interesse Público). Como os leitores mais assíduos deste blog devem imaginar, a ação conjunta inter-religiosa se inspira no exemplo da encíclica Laudato Si, uma espécie de chamado às armas do papa Francisco para evitar os piores efeitos da mudança climática, e tem a intenção de influenciar os debates da Conferência do Clima da ONU em Paris, que acontece no fim deste ano.

Os 12 participantes devem falar tanto da visão que suas tradições religiosas possuem sobre a necessidade de respeitar o ambiente quanto das ações concretas que suas comunidades estão tomando em relação aos problemas ambientais. No fim das contas, deverão assinar um documento de consenso, a Declaração Fé no Clima, que será encaminhada ao governo federal.

Confira a lista de participantes: André Trigueiro (espírita e jornalista), Ariovaldo Ramos (pastor evangélico), Mãe Beata de Yemanjá (Iyalorixá do Ilê Omi Ojuarô), Dolores (Inkaruna) Ayay Chilón, professor de Quechua, da tradição Andina, Mãe Flávia Pinto (umbandista), Rv. Fletcher Harper (pastor episcopal norte americano), Pe. Josafá Carlos de Siqueira S.J (Igreja Católica), Kola Abimbola (Babalorixá Yorubá e acadêmico nigeriano), Léo Yawabane (tradição indígena Huni Kuin, do Acre), Lama Padma Samten (monje budista), Rabino Nilton Bonder (tradição judaica) e Timóteo Carriker (pastor presbiteriano).

Espero voltar a esse assunto em breve, até porque algumas das visões expressas pelo papa Francisco em sua encíclica ambiental chegam perto de ser revolucionárias. De qualquer modo, conseguir juntar tantas crenças juntas em favor de um objetivo no qual a ética e o conhecimento científico caminham lado a lado já merece comemoração.

(Reinaldo José Lopes, Folha de S. Paulo)

Nota Criacionismo: Você ainda duvida do poder de coesão que a bandeira ecológica tem e da crescente influência do papa como líder incontestável desse movimento que transpõe os limites religiosos e arranca suspiros de admiração até dos jornalistas? Cinco anos atrás, concedi entrevista ao jornalista Reinaldo (autor do texto acima), na qual expus minha opinião sobre o ECOmenismo (confira aqui).

Erton Köhler: “A Igreja precisa se modernizar sem se mundanizar”

Poços de Caldas, MG… [ASN] O presidente da Igreja Adventista em oito países sul-americanos, pastor Erton Köhler, anunciou quatro frentes de trabalho para a denominação para os próximos cinco anos: reforço do discurso sobre os dons espirituais; desenvolvimento de iniciativas que engajem crianças e jovens no evangelismo; exploração do potencial da comunicação e atualização da formação teológica. Essas quatro diretrizes, no entanto, não tiram a ênfase dada nos últimos anos no evangelismo individual.”A Igreja precisa se modernizar sem se mundanizar”, destacou Köhler.

O discurso do presidente da Igreja Adventista para a América do Sul aconteceu neste domingo, 23 de agosto, durante a abertura do concílio integrado das instituições e sedes administrativas da Igreja Adventista no Estado de São Paulo. O evento acontece em Poços de Caldas, cidade mineira na divisa com o estado paulista.

Evangelismo individual

A abertura do evento destacou o primeiro ano do lançamento do Desafio 1+1, programa que envolve todas as ações dos adventistas no Estado de São Paulo. O projeto incentiva os fiéis a influenciarem ao menos uma pessoa ao batismo no período de um ano. Outras iniciativas semelhantes são realizadas em todo o território sul-americano. “Esses programas são legais pois criam uma identidade para a Igreja em cada região. Os nomes dos projetos podem até mudar, porém o desafio é o mesmo: envolver todos os membros para batizar outros”, ressaltou. Köhler lembrou ainda que se cada adventista batizasse ao menos uma pessoa por ano, oito países da América do Sul se tornariam adventistas em 9 anos.

Para que cada membro possa influenciar outra pessoa ao batismo é necessário que ele descubra onde ele se sente melhor para fazer a missão. Por isso, de acordo com o presidente da Igreja Adventista, é necessário que cada membro descubra qual o dom ou talento ele pode usar para ajudar no evangelismo. “Cada um tem que encontrar a melhor forma de evangelizar. Coloque a missão naquilo que você gosta”. Além desta ênfase, outras 3 diretrizes irão nortear o trabalho da Igreja Adventista nos próximos cinco anos.

Maior atenção para a maioria

Os números da Igreja Adventista apontam que cerca de 60% dos membros, dos batismos e da apostasia acontecem entre jovens e crianças. A tendência é que, nos próximos anos, seja intensificado o desenvolvimento de estratégias que contemplem crianças e jovens. O objetivo é oferecer a base doutrinária da Igreja de forma acessível ao público que é a maioria da Igreja Adventista na América do Sul, além de oferecer ferramentas para que eles se envolvam no evangelismo.

Parte dessa estratégia envolve iniciativas na área da comunicação. Atualmente, estima-se que 1,6 mil templos adventistas transmitam cultos utilizando recursos da internet. Outras 3,5 mil igrejas mantêm um site ou perfil nas redes sociais. “Precisamos organizar essas iniciativas e capacitar os membros para que eles oferecem conteúdo com qualidade doutrinária e técnica”, pontuou Köhler. Nos próximos anos será possível ver a mensagem bíblica sendo apresentada nos diversos meios de comunicação (TV, web ou aplicativos para dispositivos móveis) e nas diversas narrativas (livros, séries e games) para explorar o potencial da comunicação na era digital.

Formação pastoral

A quarta frente de trabalho apresentada pelo presidente da Igreja Adventista para oito países sul-americanos foi a reformulação da matriz curricular dos cursos de Teologia. A atual base foi feita há mais de 30 anos. Desde então, o mundo passou pela revolução digital que transformou o pensamento da maior parte da população – principalmente a de grandes centros urbanos – para uma condição pós-moderna. “Não se trata de uma revisão doutrinária. Alguns temas periféricos que fazem parte da formação pastoral podem ser reavaliados e mudar para atualizar a matriz curricular dos cursos de Teologia”, explicou.

Concílio Integrado

É uma reunião entre os líderes de sedes administrativas e instituições mantidas pela Igreja Adventista do Sétimo Dia no Estado de São Paulo e que acontece no início do segundo semestre de cada ano. O objetivo é planejar as ações da Igreja na região para o próximo ano. A edição 2015 do Concílio Integrado acontece em Poços de Caldas, cidade mineira na divisa com o Estado de São Paulo, entre os dias 23 e 26 de agosto.

Fonte - Adventistas.org

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Espresso Financista: Xangai despenca 8,5% e eleva temor de crise global

Em mais uma evidência do limite em liberalizar o mercado sem tirar de cima a mão do governo, a bolsa chinesa é protagonista de nova derrocada dos ativos globais. Acostumados com benesses estatais em forma de dinheiro fácil para comprar e vender ações, os investidores locais se decepcionaram com a ausência de estímulos nesta segunda-feira (24) após o tombo de 11% sofrido na semana passada.

Em resposta, o índice de Xangai despencou 8,5%, o que representa a maior queda desde a crise financeira em 2007. Temendo contaminação dos problemas na China em todo o mundo, perdas generalizadas dominam os mercados globais. O índice alemão Dax perde 3%, assim como os futuros em Wall Street. As cotações de commodities caem para mínimas em 16 anos.

Embora não haja consenso sobre o efeito do pânico financeiro na economia real chinesa, a cada dia crescem dúvidas sobre a atividade do gigante asiática. Nos últimos dias, Pequim, inclusive, deixou o iuane cair frente ao dólar para conseguir tornar seus produtos ainda mais baratos no exterior. Segundo a Bloomberg News, mais de US$ 5 trilhões em valor foram destruídos das bolsas globais desde que a China mexeu no iuane na segunda semana de agosto.

“O Ibovespa deve seguir em queda, com ‘’boas chances’’ de fechar o dia abaixo dos 45 mil pontos, acompanhando a piora do 'humor' externo e também prejudicada internamente pelo crescente aumento da tensão política e deterioração da economia brasileira (…) O dólar pode subir rumo aos R$ 3,60, influenciado pelos mesmos motivos que devem prejudicar bolsa brasileira e ainda seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana”, comenta Alfredo Sequeira Filho, sócio-presidente da DNAinvest.

Na sexta-feira, o Ibovespa fechou aos 45.720 pontos, acumulando queda de 3,77% na semana e de 10,11% no mês. A análise técnica aponta que o principal índice de ações da Bolsa ainda pode cair para 44.100 pontos no curto prazo. O dólar subiu frente ao real, cotado a R$ 3,4960 na venda.
O mercado agora

A agenda do dia é fraca para indicadores e os investidores seguem de olho na economia chinesa e no ambiente político brasileiro, cada dia mais imprevisível. Pesam os rumores da saída do vice-presidente Michel Temer (PMDB) da articulação política e possíveis reações do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), após ser denunciado por corrupção passiva na Lava Jato, mesmo que ele insista que não haverá retaliações. O pedido de investigação das contas da campanha de Dilma adiciona maior tensão.

Na sexta-feira (21), o principal índice da BM&FBovespa renovou o patamar mais baixo ao perder 10,12% no mês e encerrar aos 45.720 pontos. A tendência de curto prazo é de novas quedas, mas com as constantes perdas e ainda testando o importante suporte de 45.800 pontos, o mercado pode abrir espaço para alguma recuperação.

Para Luiz Felipe Lopes, analista financeiro sênior da Lopes Filho, se o Ibovespa perder o suporte de 45.800, o índice tende a buscar um nível ainda menor, de 44.100 pontos, no curto prazo, que é o fundo registrado em julho de 2013.

China - A segunda-feira se inicia muito tensa nos mercados. A bolsa de valores da China despencou mais de 8%, a maior queda diária desde o auge da crise financeira global em 2007, refletindo a frustração de investidores após Pequim não anunciar novos estímulos no fim de semana. No Japão, o índice Nikkei teve a maior baixa em 2 anos. Na Europa, a direção é de queda. Em Berlim, por exemplo, o índice DAX recua 3%.

No mercado de câmbio, a ausência de indicadores deve levar a moeda norte-americana a abrir por aqui seguindo as negociações nos mercados internacionais. Na sexta-feira, o dólar à vista encerrou em R$ 3,49, mas a tendência ante o real ainda é de alta no curto prazo e a divisa pode voltar a testar os R$ 3,51 dos últimos dias.

Cleber Alessie, operador de câmbio da H.Commcor, relata ainda o aumento das expectativas de a agência de classificação de risco Fitch finalmente divulgar sua revisão da nota soberana brasileira e “desempatar” a perspectiva para a avaliação brasileira.

A Standard & Poor’s (S&P) tem perspectiva negativa para o rating e a Moody’s estável, ambas colocaram o Brasil no último degrau de investimento. Entre as grandes agências, só falta a Fitch se pronunciar. “Isso tem força para fazer muito preço no mercado”, diz Alessie.
O poder e a economia

Sobe e desce - Parlamentares da base aliada querem manter a proposta original do governo de elevar a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) de 15% para 20% para as instituições financeiras, segundo o presidente da comissão mista que analisa a proposta, deputado Domingos Sávio (PSDB-MG). Membros da base de apoio da presidente pretendem votar a medida provisória 675, que trata da elevação da CSLL e é uma das medidas do governo para o ajuste das contas públicas, na próxima terça-feira na comissão, com a proposta original do Palácio do Planalto, e não com a elevação maior, para 23%, proposta pela relatora da MP, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Campanha em xeque - A decisão do ministro Gilmar Mendes de pedir a investigação de eventuais crimes cometidos na prestação de contas do PT na campanha presidencial de Dilma Rousseff pela Polícia Federal e pela Procuradoria-Geral da República deve ser questionada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo Edinho Silva, ministro da secretaria de comunicação social da presidência da República. O TSE aprovou as contas em dezembro do ano passado.

Tombini fala – O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, participa hoje à noite da 15ª edição do Prêmio Valor 1000, promovido pelo jornal Valor Econômico, no Hotel Unique, em São Paulo.

Enquanto isso, na Fazenda – Já Joaquim Levy, ministro da Fazenda, tem agenda em Washington, nos EUA, mas sem compromissos oficiais. O secretário-executivo, Tarcísio José Massote de Godoy, tem reunião marcada com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), às 10h. À tarde é a vez do secretário da Receita Federal, Jorge Antonio Deher Rachid, se reunir com a Febraban.

Dilma tenta coordenar – O único compromisso que consta na agenda da presidente Dilma Rousseff é a reunião de coordenação política logo cedo, às 9h. Dilma já se reuniu ontem(domingo, 23) com os ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, e com o titular da Casa Civil, Aloizio Mercadante, no Palácio da Alvorada. A reunião antecede a semana que o governo tem de fechar a proposta de orçamento de 2016, que precisa ser enviada ao Congresso Nacional até 31 de agosto.
O que acontece no mundo corporativo

Com IPO em andamento - Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo aponta que uma auditoria da BR Distribuidora descobriu que a subsidiária da Petrobras direcionou licitações no valor de R$ 574 milhões vencidas pela construtora UTC Engenharia, em 2010.

Ovelha negra – A Petrobras teria desativado a unidade de gasolina em refinaria de Pasadena após incêndio, disseram fontes familiarizadas com as operações da fábrica à Reuters.

Uma nota – A Estácio Participações, que controla universidades como a Estácio de Sá, pretende captar R$ 250 milhões, por meio da emissão de debêntures simples. O dinheiro será usado para reforçar seus planos de expansão.

Pan de Azúcar – A colombiana Éxito concluiu a aquisição de 50% das ações ordinárias do Pão de Açúcar. A transação é uma etapa da reestruturação societária promovida pelo grupo francês Casino, que controla ambos. A partir de agora, o comando da maior varejista brasileira será compartilhado entre franceses e colombianos.

Mais um passo – A assembleia geral de acionistas aprovou a abertura de capital do IRB Brasil Resseguros. O IPO da resseguradora é uma das apostas do governo para engordar o caixa, neste ano de vacas magras.

Bônus – A Lojas Marisa aprovou uma bonificação de ações, equivalente a 10% de seu capital. Cada acionista receberá uma ação, para cada dez que já possuir até 25 de agosto. A operação faz parte do aumento de capital promovido pela varejista, ao incorporar parte da reserva de lucros.

Novos ventos – A empresa de energia renovável Statkraft conclui a venda de suas fatias na Goiás Transmissão (25%) e na MGE Transmissão (25%) para a Gebbras Participações. A Gebbras é controlada pela Empresa de Energia de Bogotá. A Statkraft afirmou que a venda representará “um importante evento de liquidez”. Traduzindo: significa uma boa entrada de dinheiro.
Para comentar mais tarde

O desktop já era. As empresas de mídia tradicionais e online estão enfrentando dificuldades para conseguir dinheiro com o rápido crescimento do tráfego "mobile" - por celulares e tabletes. Isso aumenta o questionamento sobre o crescimento futuro dessas companhias.

Fonte - Financista

Grupo terrorista lança foguetes em Israel com apoio do Irã

Na onda de ataques anunciados pelo Irã contra Israel, primeiramente foi o livro do aiatolá, avisando que os iranianos financiariam grupos terroristas. Duas semanas depois, foi um vídeo mostrando que essa união vai além da teoria.

Agora, tornou-se realidade. Quatro foguetes foram disparados contra o norte de Israel nesta semana. O ataque veio da Síria, a partir da porção das Colinas de Golã em território sírio. Oficialmente os danos foram apenas materiais, não deixando feridos em Israel. Dois dos foguetes explodiram perto de um kibutz no Vale de Hula, na porção norte da Galileia.

A inteligência de Israel revelou que o grupo terrorista palestino Jihad Islâmica foi responsável ​​pelo lançamento de foguetes doados pelo Irã. Preventivamente, o sistema antimísseis foi colocado em alerta também na região sul em Ashdod e Beersheba. Mês passado, militantes do Estado Islâmico lançaram foguetes contra o sul de Israel.

“Nós consideramos a Síria responsável pelo ataque, que constitui uma flagrante violação da soberania do Estado de Israel”, declarou o governo israelense em nota.

A resposta israelense foi enviar bombardeios israelenses contra 14 alvos na Síria relatou a Rádio do Exército de Israel. Segundo o canal de televisão estatal sírio, pelo menos cinco pessoas morreram na parte não anexada da região de Golã.

Os terroristas da Jihad Islâmica tinham dito no início da semana que iriam atacar Israel. Desde o início da guerra civil na Síria, em 2011, foram disparados dezenas de foguetes contra alvos no estado judaico, mas esta foi a primeira vez que quatro foram disparados ao mesmo tempo.

Desde o final do ano passado é esperado uma tentativa de invasão naquela região, que é dominada atualmente por grupos simpatizantes ao Estado Islâmico, que vem fazendo contínuas ameaças.

Fonte - Gospel Prime

El Niño recorde

El Niño recorde. #ECOmenismo #SinaisFim

Posted by Diário da Profecia on Segunda, 24 de agosto de 2015

Ted Wilson: “não devemos ter medo de falar quem somos”

Silver Spring, EUA … [ASN] O líder mundial adventista, pastor Ted Wilson, falou com exclusividade à Adventist News Network (ANN – agência adventista internacional de notícias) sobre diferentes assuntos religiosos. Um deles, indagado na entrevista com o pastor Williams Costa Jr., diretor mundial de Comunicação da Igreja, foi a respeito de doutrinas consideradas impopulares. Costa Jr. questionou o pastor Wilson sobre como a Igreja encara a missão de apresentar os conceitos descritos em Apocalipse 14:6-12, ou seja, questões como a guarda do sábado, o juízo, rejeição de sistemas religiosos falsos e a adoção de uma vida saudável.

O presidente mundial explicou que os adventistas não devem ter medo de apresentar para as pessoas o que consideram ser a verdade bíblica. “Nunca devemos ter medo de compartilhar a verdade e, cheios de amor de Deus, levar para as pessoas o verdadeiro culto a Deus”, comentou Wilson na entrevista.

O líder conversou, ainda, sobre o desafio de se manter a unidade da Igreja Adventista no planeta, a Teologia da Ordenação, especificamente a ordenação de mulheres ao ministério pastoral, entre outros assuntos. [Equipe ASN, da redação]

Fonte - Adventistas.org

domingo, 23 de agosto de 2015

Papa ao Sínodo da Igreja Valdense: caminhar rumo à plena comunhão

Cidade do Vaticano (RV) – “Que o Senhor conceda a todos os cristãos de caminhar com sinceridade de coração rumo à plena comunhão”. O desejo do Papa Francisco é dirigido, em um telegrama assinado pelo Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, aos participantes do Sínodo da Igreja Valdense-Metodista que se realiza em Torre Pellice, na Província de Turim, a partir de hoje, domingo (23), até o próximo dia 28 agosto.

O caminho rumo à plena unidade permita, prossegue o Papa, “testemunhar Jesus Cristo e o seu Evangelho, cooperando ao serviço da humanidade, especialmente na defesa da dignidade da pessoa humana, na promoção da justiça e da paz e na resposta comum ao sofrimento que aflige tantas pessoas, especialmente os pobres e mais vulneráveis”.

Terremoto de 5 graus sacode El Salvador sem causar vítimas ou danos

San Salvador, 23 ago (EFE).- Um terremoto de 5 graus de magnitude na escala aberta de Richter foi registrado no Pacífico salvadorenho em frente ao departamento de Ahuachapán, sem causar vítimas ou danos, informou o Ministério do Meio Ambiente. O sismo aconteceu às 22h48 de sábado (horário local, 1h48 de domingo) com uma profundidade focal de 22,7 quilômetros e uma intensidade de 3 na escala modificada de Mercalli em San Salvador. Na semana passada, a cidade de Alegría no departamento de Usulután foi sacudida por um terremoto que deixou dois menores de idade feridos, 69 casas inabilitadas e 23 com danos leves.

Fonte - R7

A Besta da terra - Parte 3

Ainda outro fator colaborador na aproximação entre a Igreja Romana e o protestantismo foi o movimento ecumênico. Formalmente, o início do ecumenismo ocorreu com a Conferência Missionária Mundial, em junho de 1910, em Edinburgh, Escócia, organizada e presidida pelo metodista norte-americano John R. Mott. “John R. Mott tinha um alvo bem definido ao realizar essa conferência: fazer Jesus Cristo conhecido por todos neste mundo. Com a intenção de alcançar esse alvo, ele buscava a união do maior número possível de cristãos para dar início a uma evangelização mundial abrangente”. (Michael Urban, Ecumenismo – O retorno a Babel, p.25).

Ele conseguir reunir mais de 1300 delegados, “representantes oficiais de várias sociedades missionárias. Ao organizar esta conferência, Mott convocou estas sociedades e não as igrejas. Isto possibilitou a busca de cooperação na missão e afastou o risco da busca de uma única igreja que congregasse todas as denominações cristãs”. (Wikipédia – John Raleigh Mott).

Com o aumento de poder e influência desse movimento, a Igreja Romana, mesmo antes do estabelecimento do Vaticano, sentiu necessidade de pronunciar-se. No início de 1928 o papa Pio XI publicou uma encíclica sobre a “promoção da verdadeira unidade de religião”. Nela o bispo de Roma repudia o desejo de união a qualquer custo dos cristãos dizendo que “estes esforços não podem, de nenhum modo, ser aprovados pelos católicos, pois eles se fundamentam na falsa opinião dos que julgam que quaisquer religiões são, mais ou menos, boas e louváveis”. E conclui: “é manifestamente claro que a Santa Sé, não pode, de modo algum, participar de suas assembleias e que, aos católicos, de nenhum modo é lícito aprovar ou contribuir para estas iniciativas: se o fizerem concederão autoridade a uma falsa religião cristã, sobremaneira alheia à única Igreja de Cristo”. (Encíclica Mortalium Animos, 06 de janeiro de 1928).

Em 1946, John R. Mott ganhou o prêmio Nobel da Paz pelo seu “longo e frutífero trabalho em unir os povos de muitas nações, raças e comunhões num vínculo comum de espiritualidade”. (Michael Urban, Ecumenismo – O retorno a Babel, p.26). E em 1948, também com seu apoio, surge a maior organização ecumênica mundial: O Conselho Mundial de Igrejas (CMI). John Mott torna-se presidente do CMI em 1954, e em janeiro de 1955 veio a falecer.

Na 3ª Assembleia Geral do CMI, realizada em 1961, Nova Déli (Índia), “houve pela primeira fez observadores católicos presentes”. (Michael Urban, Ecumenismo – O retorno a Babel, p.37). A partir desse ano, as ideias marxistas foram recebidas pelo CMI e nascia o “evangelho social”. Logo em seguida, o pensamento católico sobre o ecumenismo alcançaria o ponto da virada com o Concílio Vaticano II. Como tomar parte no movimento ecumênico sem abrir mão da primazia de Roma? Várias decisões e declarações deste concílio prepararam o catolicismo para assumir mais tarde o protagonismo dentro do movimento ecumênico. Especialmente as que preparavam o terreno para o surgimento do carismatismo dentro do catolicismo. “O Vaticano II foi um verdadeiro Pentecostes como o mesmo João XXIII havia desejado e ardentemente pedido”. (A História Renovação Carismática Católica). “E não vê nenhum motivo para que se estabeleça uma oposição entre ‘carisma’ e ‘ministério’ ou ‘carisma’ e ‘instituição’”. (Ibidem). “A Renovação Carismática Católica... teve origem com um retiro espiritual realizado em fevereiro de 1967 na Universidade de Duquesne (Pittsburgh, Pensylvania, EUA)”. (Ibidem). “E com a cooperação do Movimento Carismático, o pensamento ecumênico se alastrou de maneira explosiva dentro da igreja católica”. (Michael Urban, Ecumenismo – O retorno a Babel, p.38).

Embora a Igreja Romana continuasse afirmando ser o único meio de salvação, o Concílio Vaticano II alterou profundamente a linguagem ecumênica oficial da igreja com um decreto do papa Paulo VI: “Esta cooperação [de todos os cristãos], que já se realiza em não poucas nações, deve ser aperfeiçoada sempre mais, principalmente nas regiões onde se verifica a evolução social ou técnica. Vai ela contribuir para apreciar devidamente a dignidade da pessoa humana, promover o bem da paz, aplicar ainda mais o Evangelho na vida social, incentivar o espírito cristão nas ciências e nas artes e aplicar toda a espécie de remédios aos males da nossa época, tais como a fome e as calamidades, o analfabetismo e a pobreza, a falta de habitações e a inadequada distribuição dos bens. Por essa cooperação, todos os que creem em Cristo podem mais facilmente aprender como devem entender-se melhor e estimar-se mais uns aos outros, e assim se abre o caminho que leva à unidade dos cristãos”. (Decreto Unitatis Redentigratio, 21 de novembro de 1964).

Com uma nova embalagem e tendo como eixo central de união o carismatismo, “em 1968 foi criado um grupo comum de trabalho com a incumbência de manter o contato entre o Vaticano e o Conselho Mundial de Igrejas”. (Michael Urban, Ecumenismo – O retorno a Babel, p.38). “E pela primeira vez na história, o papa Paulo VI visitou a sede do Concílio Mundial de Igrejas em 1969”. (La Ecumenicidad Religiosa para el Nuevo Orden Mundial, p. 24). Todos os esforços da Igreja Romana continuaram nessa direção: incentivar a união de todos os cristãos mantendo a primazia de Roma. E foi durante o pontificado de João Paulo II que a diplomacia papal mais priorizou o ecumenismo buscando conquistar definitivamente os “irmãos separados”. Segundo as palavras de João Paulo II: “Desde o começo de meu pontificado, fiz do ecumenismo a prioridade de minha preocupação e ação pastoral”. (Liliane Borges, O ecumenismo no pontificado de João Paulo II).

Por isso, nos primeiros anos do pontificado de João Paulo II, o protagonismo de Roma dentro do movimento ecumênico aliado ao surgimento da Direita Religiosa nos EUA culminou na união diplomática entre os dois Estados. Alberto Rivera, ex-jesuíta, “explica que estando sob o juramento dos jesuítas, foi-lhe dito que um sinal secreto seria dado aos jesuítas quando o movimento ecumênico houvesse acabado com o protestantismo, em preparação para a assinatura de uma concordata entre o Vaticano e os Estados Unidos. O sinal seria que um presidente [norte-americano] faria o juramento [de posse] em frente a um obelisco. Pela primeira vez na historia dos Estados Unidos, a cerimônia de juramento foi mudada para o lado oeste do Capitólio, e o presidente Reagan fez o juramento em frente ao monumento de Washington. Isso aconteceu em 20 de janeiro de 1981”. (Los Padrinos - Alberto Tercera Parte, p. 26).

Posteriormente, no mesmo mandato do presidente Reagan, em 10 de janeiro de 1984, os EUA estabeleceram relações diplomáticas com o Vaticano - algo impensável para os Pais Fundadores da América.

Trinta anos mais tarde, o ecumenismo já é capaz de produzir cenas que só a profecia bíblica poderia antecipar. No início de 2014, diversos ministros carismáticos e pentecostais presentes em uma reunião nos EUA, patrocinada pelo ministério evangélico Kenneth Copeland Ministries, ouvem a preleção do bispo anglicano Tony Palmer, o qual apresenta um vídeo gravado por ele mesmo, com uma mensagem pessoal do papa Francisco apelando à união completa dos cristãos sob a liderança do Vaticano. Antes de apresentar o vídeo Palmer se apresenta como o profeta Elias enviado “para converter o coração dos pais aos filhos e dos filhos aos pais”, demonstrando não haver mais razões para protestar contra a Igreja Católica, e convidando todos a se unirem. Depois de assistirem o vídeo do papa Francisco, os líderes do evento dão glória a Deus, bem como recebem e pronunciam uma benção do e para o Vaticano.

Embora Roma venha enfatizando o “escândalo da divisão” do cristianismo desde o Concílio Vaticano II, e promovendo o diálogo com as várias denominações cristãs “separadas” de Roma, e também com as diversas religiões não cristãs, essa mesma postura de contemporização e relativismo tem afastado igrejas e grupos cristãos mais conservadores. A principal razão para isso é que “o quadro escatológico da igreja de Deus antes da segunda vinda não é o de uma megaigreja reunindo toda a humanidade, mas o de um 'remanescente' da cristandade, aqueles que guardam os mandamentos de Deus e têm a fé de Jesus (Apocalipse 14:12)”. (Bert Beverly Beach, Ecumenism - Boon or Bane?).

O ecumenismo papal conseguiu cumprir seu papel como cavalo de Tróia graças à atitude do próprio protestantismo: “O catolicismo na verdade em muito se assemelha ao protestantismo que hoje existe; pois o protestantismo moderno muito se distancia daquele dos dias da Reforma”. (EGW, O Grande Conflito, p. 571). Por tudo isso, pode-se notar que a besta da terra já atingiu o ponto profético onde fará com que os habitantes da terra adorem a primeira besta. E aqueles que não receberem a marca da besta (guarda do domingo) nem o número do seu nome, terão sua liberdade econômica bloqueada (Ap 13:17). "Pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis". (Ap 13:18).

O número 666 era associado às religiões de mistério na antiga Babilônia e usado na adoração ao sol. O que confirma novamente que as duas bestas do apocalipse 13, ao proporem um governo mundial, e a guarda universal do domingo estarão agindo sob a mesma influência pagã-ocultista das antigas religiões de mistério. Contra esse futuro sistema religioso Deus pronunciou a mais solene advertência nas Escrituras: “Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua marca na fronte ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de Deus, preparado sem mistura, do cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e na presença do Cordeiro”. (Ap 14:9 e 10).

E também deixou um convite: “Retirai-vos dela, povo meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes dos seus flagelos”. (Ap 18:4).

“Desde já vos digo, antes que aconteça, para que, quando acontecer, creiais que EU SOU”. (Jo 13:19).

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Vaticano convida muçulmanos a cuidar da criação

Todos pelo planeta

O cardeal Peter Turkson, presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz, enviou uma mensagem ao Simpósio Islâmico Sobre Mudanças Climáticas, na qual o purpurado exorta os católicos e os muçulmanos a trabalharem juntos pela salvaguarda da criação. O simpósio está sendo realizado nesta semana em Istambul, na Turquia, numa iniciativa da Organização Islâmica Mundial para as ajudas humanitárias, do Fórum Islâmico Para a Ecologia e as Ciências Ambientais e pela GreenFaith, organismo religioso ambientalista. “Estamos vivendo um momento decisivo e particularmente turbulento da história mundial”, escreve o purpurado ganês. “A humanidade encontra-se diante de numerosos desafios urgentes que requerem orações e ações concretas”, porque “a crise ecológica em andamento é a mais grave e a mais difícil de todas”, diz o cardeal na sua mensagem, referindo-se à encíclica Laudato Si, na qual o papa Francisco convida todos para “uma conversão ecológica do coração”.

À luz da nossa fé – afirma o presidente do dicastério vaticano – devemos empenhar-nos no cuidado da “casa comum” deste nosso planeta, a Terra, porque “não basta propor meras soluções técnicas, impotentes para resolver os graves problemas do mundo, se a humanidade perde a sua rota”.

“Uma grande motivação” – continua o purpurado – “que une cristãos, muçulmanos e muitos outros é a fé firme em Deus: ela nos impele a assumir o cuidado pelos magníficos dons que Deus concedeu a nós e às futuras gerações.”

Por isso, acrescenta o cardeal Turkson, “nossa ação será certamente mais eficaz se nós, fiéis de diferentes comunidades religiosas, encontrarmos o modo de trabalhar juntos”, “em espírito de solidariedade”.

A mensagem do purpurado conclui com “a promessa da Igreja Católica de rezar pelo bom êxito” do simpósio e com os votos de uma futura colaboração com o Islã na salvaguarda da criação.

Na conclusão do simpósio, nesta terça-feira, [foi] apresentada à imprensa, em versão integral, uma “Declaração islâmica sobre as mudanças climáticas”.

O documento exorta os cerca de 1,6 bilhão de muçulmanos no mundo a atuarem no campo ambiental. Essa declaração terá um significado especial representando um apelo crucial tendo em vista a Cop21, a Conferência Internacional Sobre Mudanças Climáticas, programada para dezembro próximo, em Paris.

Essa declaração islâmica sobre o ambiente foi redigida após uma ampla consulta aos principais estudiosos muçulmanos, acadêmicos e grupos religiosos, e deverá pedir aos países mais ricos e mais poderosos que reduzam drasticamente as suas emissões de gases responsáveis pelo efeito de estufa e que defendam as comunidades mais vulneráveis a enfrentar o impacto das mudanças climáticas e o desenvolvimento das energias renováveis.

(Radio Vaticana)

Nota do blog Minuto Profético: “Faz parte da mordomia cristã cuidar do meio ambiente. Porém, a teoria do aquecimento global está sendo usada como instrumento de controle social, e visa a atender, acima de tudo, interesses religiosos: o estabelecimento do descanso dominical como ‘salvação’ para o planeta (na verdade, tal ação vai restaurar a supremacia de Roma).” (Via Criacionismo)

Declaração de 60 representantes islâmicos para combater a mudança climática

Estudiosos, políticos, líderes religiosos de uma dúzia de países islâmicos, em Istambul para um simpósio sobre o meio ambiente, pedem aos governos que tomem medidas para limitar o aquecimento global, em vista da Cop21

Chama-se "Declaração sobre as Alterações Climáticas" e é assinada por um grupo de mais de 60 acadêmicos, líderes políticos e religiosos do mundo islâmico. Através dela exige-se dos Governos Mundiais, em vista da conferência climática da ONU sobre clima que acontecerá dezembro em Paris (conhecida como Cop21), a negociação e assinatura de um acordo ambicioso que permita limitar o aquecimento global a 1,5 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais, ou que pelo menos respeite o limite dos 2 graus considerado o ponto de não retorno pelos climatologistas.

A declaração foi assinada em Istambul durante a International Islamic Climate Change Symposium, evento inspirado pela Encíclica Laudato Si’ do Papa Francisco e pela Jornada Mundial de oração pelo cuidado com a Criação recentemente proclamada, que será celebrada no próximo dia 1º de setembro pela Igreja Católica, junto com a ortodoxa.

No texto, os líderes de uma dúzia de países islâmicos pedem a rápida eliminação dos combustíveis fósseis e a transição para as energias renováveis ​​para atingir 100% de energia limpa, a fim de combater as alterações climáticas, reduzir a pobreza e buscar um desenvolvimento sustentável. Entre os participantes do simpósio, a secretário da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática, Christiana Figueres, destacou como “os ensinamentos do Islã, que enfatizam os deveres dos seres humanos como guardiães da Terra, ofereceram orientações para realizar ações corretas sobre a mudança climática".

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Apelo do Papa acolhido com emoção na China

Na China subiu para 114 mortos o balanço das vítimas da explosão que na semana passada assolou a zona industrial da cidade de Tianjin.

O apelo do Papa Francisco no passado sábado dia 15 de agosto, no Angelus da Solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria, para com as populações que sofreram este terrível acidente, gerou alguma emoção na China. Recordemos as palavras do Papa Francisco:

“O meu pensamento vai, neste momento, para a população da cidade de Tianjin, na China setentrional, onde algumas explosões na área industrial causaram numerosos mortos e feridos e grandes danos. Asseguro a minha oração por aqueles que perderam a vida e por todas as pessoas provadas por este desastre; que o Senhor lhes dê conforto e o apoio a quantos estão empenhados em aliviar os seus sofrimentos”.

A televisão chinesa deu ampla cobertura às palavras do Santo Padre como nos conta desde Hong Kong o padre Sérgio Ticozzi, missionário do PIME – Instituto Pontifício de Missões no Exterior, que explicou à Rádio Vaticano que o facto de ter existido esta transmissão televisiva das palavras do Papa é porque a China está interessada na relação com o Vaticano:

“Certamente é uma coisa positiva, é um passo em frente. Até agora, tudo aquilo que dizia respeito ao Vaticano e ao Papa não era apresentado na televisão chinesa. Se houve esta apresentação é sinal que a China está interessada na relação com o Vaticano, está interessada em apresentar o Papa Francisco, sobretudo na sua atitude de compaixão, de misericórdia para com pessoas que estão a sofrer. Isto é verdadeiramente positivo.”

O padre Ticozzi explicou em síntese a situação que se vive em Tianjin:

“Há mais de 100 mortos e além do mais há a poluição atmosférica que tentam não sublinhar demasiado. Mas de facto há na atmosfera substâncias químicas que prejudicam a saúde humana: há este perigo.”

“ Tentam fazer calar todas as informações sobre o facto concreto. Dizem as coisas genericamente mas não todas as consequências que possam provocar e que preocupam as pessoas. Portanto, tentam fazer passar as notícias não demasiado negativas. Isto é um facto. Mas agora, com as comunicações via internet, email e telemóveis as pessoas ficam a saber de tudo.”

Entretanto, a grande preocupação com este acidente na China é a presença nos depósitos que explodiram, de “algumas centenas” de toneladas de cianeto de sódio, substância que foi localizada em, pelo menos, dois pontos da área da zona acidentada. Temem-se contaminações e as autoridades chinesas ordenaram a imediata evacuação das zonas residenciais num raio de 3 quilómetros da explosão.

O cianeto de sódio é um produto químico altamente tóxico que pode formar um gás inflamável em contacto com a água. Segundo informações da comunicação social chinesa o armazém tinha em stock 700 toneladas desta substância.

Fonte - Radio Vaticano

Papa está entre 'finalistas' do Nobel da Paz, diz jornal

Pelo terceiro ano consecutivo, o papa Francisco está em uma lista de 20 possíveis indicados ao Prêmio Nobel da Paz, definida pela fundação norueguesa que concede a honraria.

Segundo o jornal argentino "La Nación", que cita fontes do instituto, o Pontífice foi escolhido a partir de uma relação com 273 postulantes iniciais. Jorge Bergoglio foi indicado por diversas organizações nacionais e internacionais devido ao seu papel na reaproximação entre Estados Unidos e Cuba após mais de 50 anos de tensões.

Desde sua primeira edição, em 1901, o Nobel da Paz não premiou nenhum Papa. Em 2014, os escolhidos foram a jovem paquistanesa Malala Yousafzai e o ativista indiano Kailash Satyarthi. O vencedor da honraria em 2015 será anunciado no próximo dia 9 de outubro.

Como a fé pode ajudar o meio ambiente?

Três líderes religiosos vão debater a participação das religiões e o papel da fé na preservação do meio ambiente. O encontro será na quarta-feira, 19 de agosto, e terá transmissão online.

No dia 18 de junho, o Vaticano divulgou um documento histórico. Foi a primeira vez que um papa dedicou a íntegra de uma encíclica para falar sobre o meio ambiente.

Nela, Francisco traçou uma conexão entre as mudanças climáticas e a crise ambiental vivida atualmente e afirmou que o Homem é responsável pelo aquecimento global. “Se a tendência atual continuar, este século poderá testemunhar mudanças climáticas inéditas e uma destruição sem precedentes dos ecossistemas, com graves consequências para todos nós”, diz um trecho do documento.

Na já chamada “encíclica verde”, o papa, apelou para a responsabilidade de todos na proteção do planeta, “que está sendo destruído”: “a humanidade é chamada a tomar consciência da necessidade de realizar mudanças de estilo de vida, de produção e consumo, para combater o aquecimento global ou, pelo menos, as causas humanas que o provocam e o agravam”.

O WWF-Brasil atendeu o apelo papal e convocou três líderes religiosos para debater formas de ajudar o meio ambiente. No preparatório para a 21ª Conferência das Partes (COP21) da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que será realizada em dezembro em Paris, e cujo resultado influenciará o destino de quase 200 países, é primordial discutir o problema das mudanças climáticas no âmbito da relação harmoniosa entre o homem, a sociedade e a natureza, explorando a questão de uma forma mais ampla, ecumênica e democrática.

A mesa redonda “Fé e mudanças climáticas”, promovida pelo WWF-Brasil, tem como objetivo despertar esse debate junto à sociedade.

Fonte - Envolverde

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Terremoto de magnitude 4 abala a área de San Francisco

Um terremoto de magnitude 4 sacudiu nesta segunda-feira (17) a área de San Francisco, anunciou o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês). Não há registro de feridos, afirma a Associated Press.

O epicentro do tremor, que foi de curta duração, está localizado 21 km ao leste de San Francisco(costa oeste dos Estados Unidos), sobre a Falha de Hayward, às 13H49 GMT (10H49 de Brasília), a uma profundidade de quase cinco quilômetros, relatou a France Presse.

Related Posts with Thumbnails